5 Dicas para ter um
gerenciamento de
equipe eficiente

Ter uma equipe unida e focada no mesmo objetivo não é uma tarefa fácil. A flexibilidade, planejamento e crescimento de carreira são apenas alguns dos fatores que implicam no bom gerenciamento. Com novas gerações entrando no mercado de trabalho, a busca pelo entrosamento perfeito demanda que métodos específicos sejam levados em consideração.

<

5 Dicas para ter um
gerenciamento de
equipe eficiente

Ter uma equipe unida e focada no mesmo objetivo não é uma tarefa fácil. A flexibilidade, planejamento e crescimento de carreira são apenas alguns dos fatores que implicam no bom gerenciamento. Com novas gerações entrando no mercado de trabalho, a busca pelo entrosamento perfeito demanda que métodos específicos sejam levados em consideração.

Por: Redação - GTC
em 30 de janeiro de 2018

Ter uma figura de inspiração é extremamente importante para entusiasmar a equipe. Por isso, seja um exemplo e não tenha medo de ser confiante para assumir responsabilidades. Ao se tornar uma referência para seus colaboradores você contribui com o bem-estar da equipe como um todo.

Tenha em mente que as pessoas contratadas serão peças essenciais para o sucesso da empresa. Demanda-se muito estudo para que as contratações sejam realizadas corretamente, tendo em vista que serão responsáveis pelo crescimento da organização.

Prefira aqueles profissionais que tenham os mesmos objetivos, assim, a comunicação entre a equipe fluirá levemente.

Trabalhar com pessoas bem preparadas é um diferencial. Procure oferecer treinamentos aos funcionários, mas não fique apenas na teoria. Analisar como o conhecimento é aplicado na prática também é uma ótima maneira de avaliar os resultados.

Os feedbacks também têm um papel especial para um bom gerenciamento de equipe. Além do aprimoramento das habilidades de quem os recebe, eles ajudam a encorajar, criam confiança e propõem soluções aos problemas existentes. segundo uma pesquisa feita pela Top Employers Institute, essa é considerada a melhor forma para medir o desempenho. Os métodos mais transparentes são melhores interpretados do que as revisões anuais de desempenho.

“A gestão de desempenho evoluiu de um evento anual, com objetivos rígidos, para um processo transparente de diálogo contínuo, com metas flexíveis, que está mais incorporado no dia a dia das operações”.

Possuir a capacidade de gerenciar crises internas e externas também é uma habilidade imprescindível para diminuir os impactos causados por momentos de desequilíbrio. Para que um bom gerenciamento seja feito, o gestor precisa ter experiência e saber como aproveitar as oportunidades.

Os danos de uma crise podem acarretar inúmeros malefícios para a organização quando não são bem aproveitados. Por isso, planeje-se! Busque simular esses momentos para que você saiba agir rapidamente quando necessário.

Ficou afim de bater um papo mais aprofundado sobre o assunto? Entre em contato conosco! Será um prazer conversar com você.

Por: Redação - GTC
em 30 de janeiro de 2018

Vamos Conversar :-)

Posts Relacionados

Mercado

Por: Redação - GTC
em 11 de julho de 2018

BI: uma palavra pequena
para um crescimento
imensurável

Muito se fala em gerenciamento
inteligente para um futuro promissor,
mas você já identificou todas as
oportunidades para fazer bonito?

+
Mercado

Por: Redação - GTC
em 25 de junho de 2018

Como não levar 7×1
em suas campanhas

durante a Copa

Além de toda a empolgação pelo hexa, é necessário se
atentar para algumas regras do país sede do mundial.

+
E-commerce

Por: Redação - GTC
em 21 de junho de 2018

E-commerce:
como se antecipar a
futuros lançamentos

O primeiro semestre de 2017 teve crescimentos expressivos no
faturamento dos e-commerces brasileiros e a segunda
metade do ano não poderia ser diferente.

+
Parceiro Google